[email protected] | (62) 3624.2568

Artigos

Arquivos de Categorias

A importância da Acupuntura Japonesa na atualidade

Desde a sistematização da acupuntura na China, há mais de dois mil anos, não só a acupuntura, mas o ser humano, vem passando por profundas transformações.


Respiração e alimentação: as chaves da energia vital do ser humano

A respiração e a alimentação carregam consigo a força vital, tão importante para a saúde e bem-estar dos indivíduos. Fundamentais para todos os seres vivos, esses dois atos dão expressão ao conceito principal da palavra Ki, termo originário da língua japonesa, e sua tradução significa: “sopro da vida”.


A postura física e mental do acupunturista

A boa postura física e mental é fundamental para a qualidade de vida do terapeuta e, também, para a aplicação correta das técnicas e benefícios da acupuntura japonesa. Textos clássicos milenares já destacam a importância da postura e conduta físicas e mentais para o acupunturista realizar um agulhamento indolor e eficaz.

No cotidiano do terapeuta surgem novos métodos e macetes para que o acupunturista consiga atingir o ponto que necessita de tratamento e produzir um efeito energético no paciente.

O primeiro passo é se atentar para a postura física. Ao longo dos últimos 15 anos, pratico artes marciais tradicionais japonesas, ambas ligadas ao Jujutsu e sistemas de yoga, como Kundalini Yoga, Okidô Yoga e Chikung, que trabalham diretamente a minha postura física, mental e, ainda, a respiração. Além disso, tanto as artes marciais quanto os métodos de yoga japonês têm em comum a concentração da força vital no tanden, que é uma parte do hara ou do abdome.


Mikao Usui e a história do reiki

Mikao Usui era, entre outros aspectos, um monge budista. Nasceu em 15 de Agosto de 1865 na aldeia de Yago, situada no distrito de Yamagata na região de Gifu, sul do Japão. Era casado com Sadako Suzuki e tinha dois filhos. Morreu em 9 de Março de 1926 vítima de um derrame, depois de ter se recuperado de dois anteriores, sofridos dois anos antes. Está enterrado no templo Saihoji, um templo budista na região de Tóquio. Conforme está escrito em seu memorial, o sensei Usui era uma pessoa muito calorosa, simples e humilde. Era fisicamente saudável, nunca se vangloriava e sempre trazia um sorriso nos lábios. Era muito corajoso, mas cauteloso.