[email protected] | (62) 3624.2568

Curso de shiatsu com estilo inovador e exclusivo

curso de shiatsu Kangendô

Curso de shiatsu com estilo inovador e exclusivo

A Escola Brasileira de Terapias Japonesas – Kangendô, cumprindo o seu papel de desenvolvimento pessoal, despertar da consciência e realinhamento integral do ser, oferece curso exclusivo na técnica do shiatsu. O curso Shiatsu Kangendô, inovador no Brasil, propicia mais qualificação para profissionais que desejam atuar na área da saúde integrativa. Foi desenvolvido a partir o olhar atento e minucioso do fundador da Kangendô, Sensei Valério Lima.

O método é chamado de Shiatsu Kangendô. Trata-se de um estilo de shiatsu que abrange conceitos fundamentais da Medicina Tradicional Japonesa, como Keiraku (meridianos), Tsubôs (acupontos), Kori e Kata kori, a teoria do balanço energético Jitsu e Kyo, ikita tsubo (pontos vivos), oring teste (cinesiologia japonesa), pontos Yu e Bo e várias técnicas de realinhamento corretivo e de reorganização estrutural. Os resultados nos pacientes são obtidos de forma rápida e eficiente. Na Kangendô, a procura tem sido grande, conforme Valério.

Após vários estudos, prática clínica e pesquisas, no campo do shiatsu e das terapias de origem japonesa, o Sensei identificou que dois extremos no corpo humano são responsáveis pelos principais desequilíbrios. Conforme ele, a região do quadril e a articulação temporomandibular ou ATM, quando desalinhadas, provocam desnível estrutural muscoesquelético, desequilíbrio energético e, consequentemente, dores crônicas e agudas.

Ele acrescenta que o conceito de equilíbrio e balanço energético é algo que já foi mencionado por Masunaga, praticante e mestre de shiatsu japonês, além de autor de livros sobre o assunto. “O conceito de yin e yang, que trata a dualidade, ou seja, nesse caso, alto e baixo, nos leva a observar o alinhamento dos dois extremos, quadril e ATM. Podemos comparar a um dominó. Se várias peças do dominó estão desalinhadas e a última peça cai, ela repercute sobre todas as outras. Assim funciona no corpo humano. Parte estrutural repercute na muscular e por sua vez, na energética”, explica.

Base de estudo do Sensei Valério Lima para o shiatsu Kangendô

Sensei Valério observou e buscou a causa das dores na coluna, relatadas por seus pacientes. Ele observou que o desalinhamento na região da ATM, entre a mandíbula e o maxilar, por se conectarem ao atlas e à primeira vértebra cervical, quando desajustados, repercutiam nessa primeira vértebra cervical. O que veio a reforçar também a teoria do efeito dominó. “O desalinhamento da ATM produz o efeito dominó em todas as outras vértebras subsequentes e o paciente sente dor”, afirma.

Porém, além disso, ele também analisou a questão energética, diretamente ligada aos meridianos. “Os meridianos yang iniciam ou terminam na cabeça. Ou seja, quando há um um desnível articular, o percurso natural desses meridianos sai do seu eixo natural”, aponta. Ele reforça que a acupuntura japonesa tem como base o conceito dos meridianos. Conforme ele, quando ocorre qualquer desequilíbrio, seja a nível orgânico ou emocional, nível estrutural ou fisiológico, os meridianos se deslocam do seu lugar de origem, o que produz um excesso de energia e, consequentemente, acarreta deficiência energética nos meridianos yin ou yang. “Esse desequilíbrio dos meridianos produz colapso tanto a nível estrutural como energético. Logo, esse foi um dos pontos que tive como base para o estudo e desenvolvimento das técnicas do Shiatsu Kangendô, que tem se mostrado muito eficaz no tratamento e alívio de dores crônicas e agudas”, reforça.

Sobre a formação em Shiatsu Kangendô

A formação é dividida em três níveis principais, assim como nas artes marciais japonesas, que também inspirou Valério na criação do método. Sendo o 1º nível Shoden (conhecimento preliminar ou base); 2º nível Chuden (conhecimento intermediário) e 3º nível Okuden (conhecimento avançado ou secreto).

1ª nível Shoden

Nessa etapa o aluno aprende sobre a regulagem temporomandibular e identificação dos meridianos envolvidos, que pode ser mais de um. Ela é feita por meio do teste da cinesiologia japonesa, chamada de bdort, bi-digital ou oring test. Conforme o Sensei, é um conceito atualmente bastante estudado e traduz a ideia da sabedoria inata. “Partimos da ideia de que a sabedoria permeia o nosso organismo. Ou seja, o corpo sempre busca o equilíbrio”, afirma.

O desenvolvedor da técnica explica que dentro do Shiatsu Kangendô é fundamental regular o lado do quadril que está mais baixo na articulação temporomandibular. “Devemos olhar além do cumprimento, o que diz respeito ao giro. Para isso ensinamos como identificar o desnível e realizar esse alinhamento da ATM e do quadril”.

2º nível Chuden

É o que pode ser chamado de conhecimento intermediário. Valério Lima se baseou no conceito particular do estímulo de moxa, usado por Fukaya, um dos grandes mestres da moxaterapia no Japão. O Sensei destaca que, a partir da identificação dos meridianos envolvidos, aprendidos no 1º nível, a formação avança para o tratamento das áreas distantes.

Segundo o Sensei, a tese de Fukaya, a qual utiliza como referência, realizava o tratamento sempre em áreas distantes, também chamadas de áreas distais. “Por exemplo, se há uma dor no ombro, uma tendinite ou bursite, buscamos áreas distantes ou áreas próximas à mão. Nunca tratamos o local da dor. Utilizamos os pontos dos cinco movimentos ou das cinco fases que estão nesse lugar, com resultados excelentes. Se a dor for na lombar, tratamos áreas reflexas do pé. Se dor no pescoço, atuamos nas mãos e nos dedo, e por aí vai. Essa característica é, portanto,  própria do método Shiatsu Kangendô”.

3º nível Okuden

Trata-se de um conhecimento profundo ou conhecimento secreto. A partir desse nível o praticante de Shiatsu Kangendô passará a trabalhar as áreas distantes, de forma completa, tanto para as dores crônicas quanto para as agudas, com resultados rápidos e efetivos. “Nesse 3º nível também pode-se produzir um equilíbrio geral, sobretudo orgânico, dentro do reequilíbrio geral do indivíduo.

Garanta sua vaga! Clique aqui para preencher o formulário e solicitar sua pré-inscrição no curso de Shiatsu Kangendô, que vai ocorrer em Goiânia, nos dias 29 e 30 de junho de 2019.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *