[email protected] | (62) 3624.2568

Depressão: causas, prevenção e tratamento

Depressão: causas, prevenção e tratamento

Considerada como o mal do século, a depressão tem atingido cada vez mais pessoas em todo o mundo. Muitas abusam do uso de medicamentos contínuos fortes e pesados, que causam dependência. Estes que somente mantém a pessoa em um estado que ela possa conviver, trabalhar e realizar suas atividades diárias.

A causa da depressão é muitas vezes ignorada. E, quando não se trata a origem do problema, a pessoa está condenada a viver à base de remédios. O que muitas não sabem é a possibilidade de identificar a causa e tratá-la sem o uso de medicamentos. Conforme cada pessoa, pode-se fazer o uso da acupuntura, do reiki, do shiatsu e da constelação sistêmica para que possa se obter a cura definitiva.  

De acordo com o Sensei Valério Lima, a depressão é a doença da alma. Assim como a ansiedade, a síndrome do pânico e tantas outras doenças que surgiram e têm surgido após a chegada da tecnologia. Entre a origem da depressão, Valério, acredita que o aumento da depressão se dá devido a mudança da sociedade. Ele explica que no passado o ser humano tinha mais contato com a natureza. A sociedade era baseada na agricultura. As relações humanas era mais próximas, com afeto e carinho. E, especialmente, o horário de trabalho das pessoas seguia o fluxo natural do pôr do sol. “O sol se punha e as pessoas reuniam-se para conversar ou somente descansar. Ou seja, o homem acompanhava a natureza, assim como ocorre com os animais”, aponta.

Comprovação da depressão

O Sensei possui vasta experiência no atendimento de pacientes com depressão. Ele reforça que do ponto de vista bioquímico, genético e fisiológico, a medicina é incapaz de explicar a causa da depressão. “A doença surgiu quando o comportamento do ser humano deixou de seguir a sua própria natureza. Se algo sai do padrão que foi criado, gera desequilíbrio. A tecnologia trouxe benefícios para a sociedade, mas acredito que ela ainda não aprendeu a lidar com isso. Logo, a pessoa adoece, porque ela se desconecta da sua natureza”, analisa.

De acordo com Valério, os sintomas da depressão têm uma origem muito profunda. Atualmente a doença é muito tratada por psicólogos e psiquiatras. “Esses profissionais prescrevem medicamentos para inibir os sintomas e a pessoa vai levando a vida. Mas, a doença em si não é curada, porque a causa foi ignorada”, reforça.

A tecnologia é a vilã?

O uso da tecnologia pela sociedade tem se intensificado cada vez mais. As comunicações são estabelecidas em sua maior parte pela internet, redes sociais e aplicativos de mensagens. Valério aponta que esse uso em excesso faz com que o contato físico diminua bastante.

Ele lembra também que a rotina dos trabalhadores aumentou. “As pessoas de hoje trabalham bem mais do que trabalhavam antes. E esse excesso de trabalho altera o metabolismo natural do ser humano”, afirma. Ele explica que muitas pessoas, nessa era tecnológica, varam noites trabalhando, o que altera o relógio biológico humano, prejudicando a fisiologia física e os aspectos mental e emocional.

Ele cita que no ambiente de trabalho a pressão, o aumento das exigências e o estresse nas relações profissionais funcionam como verdadeiros gatilhos para a doença. Valério enfatiza também que seres humanos não podem ser confundidos com máquinas, pois o funcionamento é completamente diferente.

“A tecnologia precisa ser aliada das pessoas e não vilã. Ela veio para ficar e isso é um fato imutável. O que precisa ocorrer é uma conscientização das pessoas sobre o uso adequado. É importante que cada pessoa respeite a natureza do próprio corpo e não busque competir com as máquinas, que foram projetadas para funcionarem o tempo todo. Pessoas precisam respeitar os limites do corpo, cultivar relações de afeto e deixar que o corpo descanse, evitando sobrecarga”, ressalta.  

Tratamento da depressão

As terapias integrativas não tem contraindicação e podem curar uma pessoa que esteja com depressão. O Sensei cita que podem ser aplicadas várias técnicas em uma mesma pessoa para tratar a depressão. Ou, em muitos casos, uma única técnica é capaz de resolver.

Cada pessoa é um ser único. Dessa forma, cada ser carrega problemas familiares específicos ou até mesmo estresse do trabalho e traumas diversos. Valério defende a ideia de que o ser humano precisa ser olhado de uma forma mais profunda. As terapias das linhas japonesa e chinesa têm a característica de tratar a causa do problema. “É necessário que a terapia estimule a capacidade natural do indivíduo de se curar, a partir da causa”, comenta.  

Valério Lima indica inicialmente o tratamento com reiki. Pois essa técnica trata o equilíbrio físico, mental e emocional, de forma conjunta. Além disso, ele cita que a acupuntura e o shiatsu também produzem efeitos na alma, na medida em que essas duas terapias trabalham o campo energético e a parte psicoemocional da pessoa, proporcionando mais estabilidade e equilíbrio nas relações.  

E, por último, o especialista menciona a constelação sistêmica familiar, que ele utiliza nos tratamentos de pacientes. Segundo ele, a depressão pode ter origem no sistema familiar, devido aos emaranhamentos que podem repercutir através de gerações, tanto do passado quanto do futuro. “A constelação familiar busca a causa dentro do sistema familiar, identificando exclusões e desequilíbrios que possam existir dentro de uma família. Ela atua com o objetivo de desbloquear o fluxo para que o indivíduo possa se reestruturar internamente e até mesmo evitando que o problema possa ser transmitido para as gerações futuras. Já tive vários casos de depressão que foram sanados utilizando a constelação”, conclui.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *